Coluna do Zeca: Dietas Já!

Por:

Timidamente, os políticos mineiros vão retomando suas rotinas em suas redes sociais, afinal de contas, o ano começa para eles só na próxima segunda-feira. Mas, pude notar que boa parte deles está voltando visivelmente acima do peso. Alguns apresentam uma bochecha de dar inveja ao Kiko do seriado Chaves. Estão quase chegando a um Neymar em sua reapresentação no seu time da liga saudita.

Não sou gordofóbico, até porque tenho lugar de fala, não ando também nos meus melhores dias, mas, pelo menos, já descobri a causa do meu sobrepeso. Vocês sabiam que o bombom sonho de valsa, da Lacta, o meu favorito, não contem chocolate, e sim gordura saturada com sabor chocolate? Aliás, são raros os chocolates no Brasil que contém chocolate de verdade. Fiquem atentos nesta Páscoa! Além da qualidade do chocolate, o preço só não é maior do que o quilo de picanha!

Quase todo mundo volta das férias nessa situação, mas os políticos, especialmente, se esbanjam neste período. São quase dois meses de férias, com vencimentos robustos, verbas extras disso e daquilo, lagostas e camarões nos palácios de Brasília, motoristas levando para cima e para baixo, etc. O resultado não poderia ser outro, precisam subir de um a dois furos nos cintos.

Bruno Engler apareceu rechonchudo ontem no programa Pânico, da Jovem Pan, lançando a sua pré-candidatura para a PBH no pleito deste ano. Disse que estava liderando as pesquisas e que é mentira da imprensa mineira que o governador Zema não quer apoiá-lo, juntando a direita toda em seu nome. Sabe-se que Zema deve lançar a candidatura de sua secretária Luiza Barreto por estar magoado com a postura de Engler durante seu mandato como deputado estadual. A nova direita tinha tudo para evoluir, mas comete os mesmos erros que levaram Bolsonaro a perder para Lula, como o de atacar a imprensa.

Engler ainda cravou suas prioridades de governo caso seja eleito: vai discutir com especialistas a questão do impacto das chuvas em BH, sem reconhecer que já saímos da estaca zero com obras importantes neste sentido. Vai reforçar a segurança pública e, por fim, disse que vai dar um jeito na mobilidade urbana. Aí eu deixo a sugestão: é só tirar a ciclovia da Afonso Pena, que nem foi inaugurada, mas que vai deixar o trânsito que era ruim como péssimo. O prefeito Fuad, que ao contrário de mim e do Bruno Engler assume sua forma física usando um belo suspensório, vai descobrir, em breve, que esta obra não vai contribuir para a população perder peso nem transportar de um lugar a outro.

O senador Carlos Viana, que ganhou uns quilos a mais depois que se mudou para Brasília e largou a correria do jornalismo, usou suas redes sociais como Presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Israel do Senado Federal, para condenar as declarações do presidente Lula dadas no Egito contra Israel.

Até quem vende material esportivo para a população perder peso e ficar em forma foi notícia de ontem para hoje. O empresário mineiro Sebastião Bonfim, fundador da loja Centauro, está na mira da Polícia Federal como possível participante da lista de empresários que pediram uma atuação menos ortodoxa na derrota de Bolsonaro. Por falar no ex-presidente, parte de sua gorda poupança apareceu em dólares no período em que esteve exilado voluntariamente na terra do Mickey.

Mas não é só aqui no Brasil que os políticos fora de forma deram o ar da graça. O asqueroso Nicolas Maduro, que parece que come toda a produção de alimentos da Venezuela, suspendeu as atividades do representante da ONU em questões de direitos humanos.

Já o governador Zema, que sempre apareceu em forma, mesmo comendo pastel frito em Mateus Leme na manhã desta sexta-feira, tomou uma invertida do ministro apetitoso por poder, Alexandre de Moraes, por sua fala tida como anti-vacina ao lado de Nikolas Ferreira e Cleitinho, que apesar de magros, fazem barulho por uma manada de rinocerontes. Moraes deu cinco dias para o governador se explicar.

Não é só o ponteiro da balança subindo que os políticos têm de se preocupar nesse começo de ano. Os indicadores econômicos estão na berlinda e os preços dos alimentos, para quem não tem mandato vigente neste país, estão proibitivos. Políticos, fiquem atentos, em ano de eleição, a população pode eleger nova porcada para engordar!

Home » Coluna do Zeca: Dietas Já!

Notícias Relacionadas

Nenhum resultado encontrado.