PIB de Minas Gerais cresce 0,5% no primeiro trimestre de 2024

Crescimento foi impulsionado pelas indústrias e serviços, enquanto a agropecuária enfrenta retração

Por:

No início de 2024, o Produto Interno Bruto (PIB) de Minas Gerais registrou um aumento de 0,5% em comparação ao trimestre anterior, alcançando o valor de R$ 253,8 bilhões. Esse crescimento foi detalhado pela Fundação João Pinheiro no dia 1 de julho, destacando a expansão nas áreas de indústrias, comércio e transportes, que resultou em um crescimento de 2,9% em relação ao mesmo período de 2023.

A composição do PIB incluiu R$15,3 bilhões do setor agropecuário, R$66,6 bilhões das indústrias e R$141,2 bilhões dos serviços, além de R$30,7 bilhões provenientes de impostos sobre produtos. Apesar do crescimento geral, o setor agropecuário sofreu uma retração de 1,2%.

A FJP explicou que “a produção agrícola não tem uma distribuição uniforme, por isso o resultado de cada trimestre é influenciado pelo desempenho das lavouras de milho, café, soja e cana-de-açúcar, por exemplo. Entre os três últimos meses de 2023 e os três primeiros de 2024, portanto, o maior peso da safra de cana-de-açúcar foi substituído pelo maior peso da safra atual de soja e milho”.

Indústrias em destaque

As atividades industriais, que representam mais de um quarto da economia estadual, tiveram um aumento significativo. A produção das indústrias extrativas foi 6,7% maior do que no trimestre anterior e 7,2% maior em comparação ao mesmo período de 2023. As indústrias de transformação também registraram aumento na fabricação de diversos produtos, enquanto houve uma compensação na diminuição do consumo de eletricidade pelas expansões na geração.

Peso de serviços

Os serviços, que correspondem a cerca de dois terços do PIB mineiro, também mostraram um desempenho positivo. O aumento no volume de vendas no comércio de vestuário, farmacêuticos e veículos motorizados equilibrou a retração em outros setores como combustíveis e hipermercados. Os serviços de informação e comunicação, assim como os serviços turísticos, também apresentaram crescimento.

Perspectivas futuras

A Fundação João Pinheiro sinaliza uma possível queda na produção agrícola devido a eventos climáticos recentes, mas também aponta para uma recuperação econômica mais rápida impulsionada pela melhoria do mercado de trabalho e pela redução das taxas de juros. Além disso, dependendo da demanda por exportações de commodities, podem ocorrer surpresas positivas no futuro.

Tags: agropecuária, indústrias, PIB, serviços
Home » Economia » PIB de Minas Gerais cresce 0,5% no primeiro trimestre de 2024

Notícias Relacionadas