Lula e Zema tem rejeição em BH, enquanto Fuad tem 70% de aprovação entre eleitores

A gestão municipal atual de Belo Horizonte, segundo pesquisa, tem uma rejeição de apenas 18%

Por:

Um ano e cinco meses após assumir a presidência, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) enfrenta uma avaliação desfavorável em Belo Horizonte, mais do que a de Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais. De acordo com pesquisa realizada pela Quaest e divulgada recentemente, 43% dos habitantes da capital mineira classificam o governo federal como negativo, enquanto 55% o consideram positivo (32%) ou regular (23%).

Já a gestão estadual de Zema é vista de forma menos negativa, com uma reprovação de 31% entre os belo-horizontinos. Por outro lado, 65% avaliam o trabalho do governador como positivo (37%) ou regular (28%). Belo Horizonte, localizado no segundo maior colégio eleitoral do país, serve como um importante termômetro para as avaliações políticas no Brasil.

Avaliação da gestão de Fuad Noman

Em contraste com os governos estadual e federal, a gestão municipal de Belo Horizonte, liderada pelo prefeito Fuad Noman (PSD), é aprovada por 70% da população, com uma rejeição de apenas 18%. Apesar desses índices favoráveis, Noman não lidera as intenções de voto para sua reeleição, marcando apenas 9% das preferências. O líder nas pesquisas é o deputado estadual e apresentador do programa Balanço Geral Minas Gerais, Mauro Tramonte (Republicanos), com 25% das intenções de voto.

A pesquisa, realizada entre os dias 5 e 8 de junho, entrevistou 1.200 eleitores de Belo Horizonte. Com uma margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos, o estudo foi encomendado pela Sedek Serviços de Tecnologia e Informação e registrado na Justiça Eleitoral sob o número MG-00125/2024.

Tags: eleições 2024, Fuad Noman, lula, principal, romeu zema
Home » Política » Lula e Zema tem rejeição em BH, enquanto Fuad tem 70% de aprovação entre eleitores

Notícias Relacionadas