Manifestantes vaiam governador Zema durante cerimônia em Ouro Preto

Cidadãos excluídos do evento central em Ouro Preto protestam contra o governador Zema durante cerimônia

Por:

Na solenidade da Medalha da Inconfidência, no centro de Ouro Preto, a exclusão de cidadãos comuns do evento gerou protestos neste domingo (21). A população, que não incluía os homenageados nem autoridades, foi retida a cerca de um quilômetro da praça principal, local das celebrações. Mesmo distantes, os discursos eram ouvidos através de alto-falantes.

A atmosfera se intensificou quando diversos grupos, incluindo lideranças sindicais, policiais penais e civis, além de servidores da saúde e educação, começaram a vociferar palavras de ordem contra o governador de Minas Gerais, Romeu Zema. Ecos de “fora Zema” e “Zema mentiroso” permearam o ar, abafando partes do discurso do governador. Essa não foi a primeira vez que Zema enfrentou reações públicas adversas, visto que sua gestão tem sido frequentemente alvo de críticas e protestos.

‘Vacina contra o fascismo’

O momento de aplausos veio quando o prefeito de Ouro Preto, Ângelo Oswaldo afirmou que a celebração é uma vacina contra o fascismo, imunizando contra os diferentes vírus do autoritarismo. Ele mencionou a importância da vacinação desde cedo, utilizando a figura de Tiradentes para enfatizar a missão educativa. “Desde a primeira escola as crianças mineiras precisam também ser vacinadas… pela missão do Tiradentes”.

O evento, portanto, tornou-se um palco tanto para homenagens quanto para manifestações de descontentamento sobre questões de saúde pública.

Tags: romeu zema
Home » Política » Manifestantes vaiam governador Zema durante cerimônia em Ouro Preto

Notícias Relacionadas