Marina Silva ganha prêmio em BH e enfatiza necessidade de ação global

A ministra do Meio Ambiente destaca o desafio de enfrentar mudanças climáticas e elogia os esforços para a descarbonização da energia

Por:

Na noite de terça-feira (2), em Belo Horizonte, a Ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva (Rede), recebeu o prêmio Hugo Werneck de ambientalista do ano. A ministra salientou que o Brasil passa por um “pedagógico doloroso” em face aos extremos climáticos. Entretanto, ressaltou os progressos quanto à descarbonização da energia.

Marina assegura que seu ministério está disposto a dialogar com todos os setores, enfatizando a importância de prestar atenção ao clima. Ela indica a necessidade de globalizar até mesmo questões municipais, pois a mudança climática já aconteceu e só pode ser revertida através de esforços globais.

“Os eventos extremos demonstram os danos econômicos e sociais, e para as vidas, em cada município. A ideia de pensar globalmente e agir localmente está absolutamente correta, mas o que acontece nos municípios que sofrem com seca, enchentes, onde as pessoas perdem suas vidas, casas e plantações, está mostrando que os problemas ambientais de cada município precisam ser nacionalizados e globalizados”, afirmou.

Conferência do Clima das Nações Unidas

A ministra também elogiou a decisão da 28ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP 28), que prevê a redução gradual do uso de combustíveis fósseis (petróleo, carvão e gás natural). Os 195 países da COP concordaram com a “transição energética”, propondo a ampliação do uso da energia renovável até 2030.

“Avançar para o fim do uso de combustíveis fósseis é a grande equação da humanidade. Ainda não temos condições de fazer essa substituição de uma hora para outra, mas está estabelecido acelerar as renováveis e diminuir o uso das fósseis. Os países ricos primeiro, depois renda alta, como o Brasil, renda média e baixa, e os países pobres com nossa ajuda”, destacou a ambientalista.

Prêmio Hugo Werneck

A cerimônia do Prêmio Hugo Werneck foi realizada no Centro de Convenções do Clube de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), com a presença de ambientalistas e autoridades, como a deputada federal Duda Salabert (PDT-MG) e a deputada estadual Ana Paula Siqueira (Rede). A premiação é uma referência entre os ambientalistas e reconhece os melhores projetos em prol do meio ambiente. O evento foi criado em 2010, e é uma homenagem ao ambientalista mineiro Hugo Werneck (1919-2008), um dos pioneiros da “consciência ecológica” na América Latina.

Tags: meio ambiente
Home » Política » Marina Silva ganha prêmio em BH e enfatiza necessidade de ação global

Notícias Relacionadas