Ministro chama Zema de ‘irresponsável’ por aumento da dívida de MG

Alexandre Silveira critica gestão de Romeu Zema e aponta aumento da dívida estadual durante coletiva em Brasília

Por:

Durante uma coletiva de imprensa em Brasília, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, fez duras críticas ao governador de Minas Gerais, Romeu Zema, chamando-o de “irresponsável” e responsabilizando-o pelo aumento da dívida do estado com a União. A declaração ocorreu após o Seminário Tecnologias Limpas para Cozinhar, evento organizado pelo Estadão.

Silveira destacou o crescimento significativo da dívida de Minas Gerais, que saltou de R$ 110 bilhões para R$ 160 bilhões, colocando o estado à beira de um “colapso econômico-financeiro”. “Eu penso nessa questão de Minas como um todo. Acho que o governador (Zema) foi irresponsável com mineiras e mineiros”, afirmou o ministro.

Além disso, o ministro acusou Zema de transferir a responsabilidade pela crise financeira aos servidores públicos, tratando-os como “vilões da sociedade” ao ameaçar atrasar seus salários para tentar quitar a dívida. “Ele não tem a noção clara. Até porque ele não compreende o Brasil, ele viveu numa bolha em Araxá. Ele não entendeu que o Brasil tem diferenças sociais, e Minas Gerais é o cenário mais fidedigno do Brasil”, explicou.

Federalização da Cemig

As críticas se intensificaram quando foi abordada a questão da federalização da Cemig, uma estratégia mencionada para abater parte da dívida estadual. Silveira mostrou-se favorável à ideia, indicando que seria uma atitude responsável por parte de Zema. “Se ele (Zema) for responsável, coloca esses ativos (estatais) para poder não colapsar Minas Gerais”, comentou.

Tags: alexandre silveira, principal, romeu zema
Home » Política » Ministro chama Zema de ‘irresponsável’ por aumento da dívida de MG

Notícias Relacionadas