Presidente da Câmara pede desculpas a secretário após discussão

Após intensa disputa política no ano passado, Gabriel Azevedo faz um pedido público de desculpas a Valadão

Por:

O presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Gabriel Azevedo (MDB), pediu desculpas ao secretário Josué Valadão durante a prestação de contas da prefeitura na casa legislativa na manhã de quarta-feira (27). Azevedo fez o pedido antes da apresentação do prefeito Fuad Noman (PSD), dirigindo-se a Valadão, que estava presente no plenário como titular da Secretaria de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania. O incidente ocorreu após um desentendimento entre os dois em agosto do ano passado, durante uma audiência pública sobre o futuro do Aeroporto Carlos Prates.

“Gostaria de pedir desculpas publicamente ao senhor, que é uma pessoa que merece respeito do Poder Legislativo. Infelizmente, nosso desentendimento serviu de oportunidade para algumas pessoas, com intenções claramente negativas, construírem um abismo na relação entre a Câmara Municipal e a Prefeitura de Belo Horizonte”, disse Gabriel, claramente referindo-se ao ex-deputado Marcelo Aro, que controla o grupo conhecido como Família Aro, um grupo de aproximadamente 10 parlamentares da Câmara.

Acusações anteriores

O pedido de desculpas de Azevedo acontece após graves acusações que ele fez contra Valadão no ano passado. “É apenas um grande bandido, que se esconde atrás de um advogado por medo de ser preso. Acha que isso aqui é a casa da mãe Joana? Vamos falar de habitação então. Eu estive com o vice-presidente Geraldo Alckmin e o prefeito pediu que fechássemos o Aeroporto Carlos Prates. Eu pensei que ele tivesse um projeto, e não apenas uma peça de marketing de baixa qualidade”, atacou Gabriel na época.

No passado, o presidente da Casa também alegou que Valadão tentava dividir a Câmara Municipal, fazendo oposição aos vereadores na PBH. É importante lembrar que o atual secretário de Assistência Social era o chefe da pasta de Governo na época, sendo responsável pela interlocução entre o Executivo e o Legislativo.

“Parece que ele não está bem equilibrado, essa é a impressão, porque de uma reunião tranquila, de repente temos acusações, declarações muito estranhas”, disse Josué Valadão após os ataques de Azevedo.

Os contratos para limpeza e desassoreamento da Lagoa da Pampulha foram outra fonte de conflito entre Gabriel e Valadão no ano passado. O presidente da Câmara chegou a afirmar que o secretário comandava uma “fábrica de corrupção” por meio desses contratos.

Tags: Gabriel Azevedo
Home » Política » Presidente da Câmara pede desculpas a secretário após discussão

Notícias Relacionadas